Visitantes aprovam novo leiaute da Feira Hippie

Visitantes aprovam novo leiaute da Feira Hippie
Uma antiga conhecida da população belo-horizontina está de cara nova. A Feira de Artes e Artesanato de Belo Horizonte, a Feira Hippie, realizada todos os domingos na avenida Afonso Pena, no centro da capital, tem um novo leiaute. As barracas, que antes ficavam enfileiradas, estão, agora, em grupos de quatro para atender a uma exigência de segurança do Corpo de Bombeiros e do Ministério Público de Minas Gerais.
Quem circulou pelo local na manhã de ontem, o primeiro dia de pleno funcionamento da nova disposição das barracas, aprovou a iniciativa. Frequentadora assídua da feira, Rosie Mary Nogueira, 51, afirmou que os deslocamentos pelos corredores estão mais tranquilos. A feira está menos congestionada, avaliou.
Acompanhada pela filha, a cuidadora de idosos Andrea Torres, 44, também elogiou a mudança. Está bem melhor para circular. Alguns expositores estão reclamando que mudaram de lugar, mas acredito que isso não será um problema. O cliente que procura acha, e depois de um tempo, as pessoas vão se acostumar.
Cronograma. As mudanças no leiaute da Feira Hippie começaram a ser implantadas no último dia 22. Foram dois domingos de transição até a alteração definitiva de ontem, quando todos os 16 setores foram totalmente reformulados.
Além de proporcionar mais segurança, a alteração da posição das barracas tem o objetivo, segundo a Prefeitura de Belo Horizonte, de dar maior mobilidade ao público de 70 mil visitantes por domingo. O vendedor de canecas José Reis, 67, que é cadeirante, elogiou a mudança e disse que, agora, terá mais tranquilidade para se locomover. Antigamente, não tinha como andar entre as barracas.
Conforme previsão da Regional Centro-Sul, o próximo passo será a instalação de extintores de incêndio nas barracas e placas de sinalização de segurança ao longo da feira. Além do sistema de prevenção, será formada uma brigada de incêndio para auxiliar os 2.159 expositores. (LM)
www.otempo.com.br