Tradicional artesanato ganha as modernas páginas da web

Luana Carvalho . portal@d24am.com
O grupo independente Rosas de Maria comercializa os produtos artesanais na internet
Manaus - Está cada vez mais comum comprar pela internet, seja em sites de grandes marcas ou nas famosas lojinhas virtuais. Em Manaus, algumas pessoas se dedicam ao trabalho artesanal e comercializam os produtos na web, o que gera renda extra, diversão e terapia.
Formado por 20 senhoras, o grupo independente Rosas de Maria se reúne todas as quintas-feiras para confeccionar artesanatos, trocar experiências e, principalmente, se divertir.
Fazemos tudo por amor, montamos os produtos e brincamos muito. É muito prazeroso, disse a coordenadora do grupo, Aparecida Freire, 62, conhecida como Preta.
O grupo utiliza uma página no Facebook, Vovó Preta, para divulgar e vender os produtos.
Todas estamos conectadas ao Facebook e utilizamos a rede social para compartilhar os trabalhos e ter ideias para novos artesanatos, comentou Preta.
As amigas pagam uma taxa de R$ 20 por mês para a compra de material. Bolsas, relógios de parede, peso para porta, caixas, vasos e bonecas são alguns dos produtos confeccionados pelas Rosas de Maria.
Cada semana uma de nós traz novidade e ensina as outras a fazer. Caçamos a maioria das ideias na internet e em outras feirinhas de artesanatos, revelou.
A integrante mais idosa, Luzimar Amorim, 78, contou que entre os benefícios que o grupo oferece para ela está a terapia ocupacional.
Sempre fui dona de casa e depois que todos os filhos casaram busquei o grupo para ocupar meu tempo. É uma terapia.
No dia 23 de novembro, o grupo realizou uma feira de vendas, que, segundo elas, foi um sucesso. A próxima feira está programada para o dia 5 de abril de 2014.
Estamos começando a trabalhar com a temática do dia das mães e Páscoa para realizar a próxima feira, informou Luzimar.
A feira acontecerá na Rua Rodrigues Alves, número 90, bairro Dom Pedro, zona centro-oeste de Manaus.
Quitanda do Aroma
Com a ajuda do marido, da irmã, da mãe, da cunhada e até da avó, a analista de Qualidade de Software Geisa Dayana de Azevedo Cavalcante Leite, 32, exerce a função de designer em glicerina no tempo vago.
Ela criou a Quitanda do Aroma, e produz sabonetes, aromatizador de ambiente, águas de lençóis, buchas glicerinadas, sabonetes líquidos, hidratantes, esfoliantes, óleos, sais, sabonetes para vender em bazares e na internet.
Tudo começou com uma vontade enorme de fazer algo como uma forma de relaxar, algum tipo de artesanato. Um dia cheguei do trabalho e comecei a pesquisar na internet os tipos de artesanatos, mas quando vi sabonete, por algum motivo aquilo me chamou muito a atenção, contou Geisa.
Após participar de vários bazares, a artesã contou que sentiu a necessidade de ter uma vitrine dos produtos que ela produzia.
Como não tenho loja física, precisava mostrar meu trabalho. Foi quando criei a página da Quitanda do Aroma no Facebook, o que me ajudou muito na divulgação dos produtos, comentou.
http://www.d24am.com