Sorvetes ao sabor de Buenos Aires


O argentino Lionel Blanco veio a Natal a passeio, e o clima não só o inspirou a ficar na cidade, mas também a abrir um negócio que tivesse muito a ver com a temperatura: uma sorveteria. A Buenos Aires, funcionando em Petrópolis há duas semanas, é um novo espaço para quem aprecia sorvetes artesanais, feitos com a qualidade do produto sem químicos e conservantes. A casa também funciona como café.
O sorvete é um negócio de família para o proprietário da Buenos Aires. É um negócio que passou de pai para filho, já tive sorveterias na capital argentina. Por isso toda a nossa produção é caseira e artesanal, explica. Ele conta com 18 sabores diariamente, sendo que possui até 30 receitas para variar. Também procurei alternar sabores tradicionais europeus com a de frutas típicas daqui, para que as pessoas pudessem se identificar, ressalta.
A prateleira da Buenos Aires revela sabores que variam entre pistache, tramontano, torta de limão, floresta encantada, coco, menta chips, banana, creme de baunilha, sundae de morango diet, maracujá diet, cajá, caju, acerola, goiaba e, é claro, o famoso doce de leite argentino - uma marca registrada dos portenhos. Abrimos há pouco tempo e ainda estamos testando sabores com a clientela. Há sempre algo novo para experimentar, diz.
Café com alfajor
Além dos sorvetes artesanais, o cardápio da casa também oferece iguarias de café. Tem café expresso, machiatto, cappuccino, e milk shakes (com chocolate, morango ou creme). O segmento de sobremesas oferece guloseimas como o crepe com sorvete, petit gateau, e brownie com sorvete. Para deixar o paladar da clientela ainda mais próximo da Argentina, a sorveteria/café traz doces típicos como alfajor, galletitas, doce de leite e havannets da badalada marca Havanna. Para beber também uísque, licor, vitaminas e sucos.
Lionel Blanco adianta que o cardápio receberá em breve opções salgadas, como as empanadas ao estilo argentino, bem diferentes das outras latinas. Ele está morando há dois meses em Natal, e escolheu Petrópolis por achar que o perfil do bairro combina com o estilo dos produtos da casa. O sorvete artesanal costuma ser um pouco mais caro que os demais. Os apreciadores sabem que estão pagando por um produto de qualidade superior aos demais, conclui.
Serviço:
Buenos Aires Sorveteria & Café.
Avenida Afonso Pena, 442, Petrópolis (ao lado do Buongustaio).
Aberto diariamente, das 9h30 às 21h.
http://tribunadonorte.com.br/