Rodada de negócios de artesanato gera mais de R$ 400 mil em negócios futuros


Evento reuniu onze artesãos tocantinenses com quatro empresas de São Paulo durante a Feira do Empreendedor
Com peças diferenciadas, caracterizadas pela região norte do país, o artesanato tocantinense tem ganhado espaço pelo Brasil e pelo mundo. Grandes empresas procuram fornecedores com essa peculiaridade para revender as peças produzidas no estado. Durante a Feira do Empreendedor, em Araguaína, o Sebrae realizou uma rodada de negócios entre artesãos de várias cidades do estado com quatro empresas de São Paulo. No total, foram R$ 429 mil em expectativa de negócios futuros.
Há mais de dez anos o proprietário da RegaLarte, Henesto Romano, faz contatos com fornecedores buscando um diferencial em peças artesanais. O empresário encontrou na Feira do Empreendedor a oportunidade de fazer negócio. Por ter uma clientela exigente, sem dúvida é o momento para tocar nas peças, ver o preço e saber negociar, explica ele, contando como os clientes de suas lojas, algumas delas em aeroportos, ficam admirados quando vêem peças feitas com capim dourado, principalmente os estrangeiros.
Para a artesã de Dianopólis Eliene Bispo, que participou da rodada, o evento superou a expectativa de negócios. Os lojistas elogiaram bastante o acabamento das minhas peças, negociei com três empresas, gerando R$ 4 mil em vendas futuras.
O Sebrae faz essa ponte entre empresas e fornecedores para conhecer os produtos, gerarem negócios e criarem futuros contatos, explica o gestor da rodada de negócios, Rogério França.
http://surgiu.com.br/