Reportagem do G1 TO vence 6º Prêmio Sebrae de Jornalismo


Matéria premiada na categoria webjornalismo vai disputar etapa nacional.
Trabalho aborda o artesanato do coco babaçu, no extremo norte do estado.
Do G1 TO
Vencedores da etapa estadual do Prêmio Sebrae de Jornalismo
O G1 Tocantins venceu o 6º Prêmio Sebrae de Jornalismo na categoria webjornalismo. Os vencedores foram divulgados nesta sexta-feira (16), em Palmas. A reportagem premiada, Coco babaçu gera renda e transforma vidas no Tocantins, de Elisangela Farias, retrata a história de artesãos dos municípios do Bico do Papagaio, extremo norte do Tocantins, que inspiradas pelo babaçu vem ultrapassando os limites territoriais, fortalecendo o artesanato e preservando a identidade cultural da região.
Repórter do G1 TO, Elisangela Farias, recebendo o prêmio
Do Grupo Jaime Câmara, a TV Anhanguera ficou com o prêmio na categoria telejornalismo, com a reportagem Ouro branco da Amazônia mudando a vida do cerrado brasileiro, de Adriano Fonseca. Já o Jornal do Tocantins(JTo), ganhou na categoria impresso, com a matéria Pequenos Negócios são maioria no Tocantins, da editora de Economia, Julliana Ribeiro. O editor-chefe do JTo, Tião Pinheiro recebeu o Prêmio Jornalista parceiro do empreendedor e a colunista social, também do JTo, Aurielly Painkow foi também uma das homenageadas.
Já na categoria radiojornalismo, a reportagem vencedora foi Mulheres são destaque no comércio e são cada vez mais empreendedoras, do jornalista Cláudio Paixão, veiculada na Rádio Miracema FM 104,9.
Segundo o Sebrae, o prêmio contemplava também as categorias Fotojornalismo e Reportagem Cinematográfica, no entanto, não houve inscritos. O processo de julgamento estadual foi realizado por seis profissionais ligados ao jornalismo e à causa do empreendedorismo dos pequenos negócios.
Os vencedores concorrem na etapa nacional, que acontecerá em agosto, em Brasília. Nesta etapa, os vencedores das seis categorias, o Jornalista Parceiro do Empreendedor e o vencedor do Grande Prêmio Sebrae de Jornalismo receberão cada um R$ 15 mil.