Piauí inova com artesanato sustentável

Piauí inova com artesanato sustentável
O artesanato piauiense marca presença nos maiores eventos do Brasil
Diversificado, contemporâneo, delicado e de uma beleza inquestionável. É com essas características que o artesanato piauiense conquista os olhares em feiras e eventos realizados pelo Brasil afora.
Neste final de semana, durante o Campeonato Mundial de Kitesurf - BGK Cup, que começou nesta quarta (17) e vai até domingo (21), em Barra Grande, ocorrerá uma exposição organizada pelo Programa de Artesanato do Piauí (Prodart), na Praça da Matriz.
Segundo Jaqueline Melo, diretora do Prodart, foi montada uma grande feira para o turista. Além dos produtos de todas as tipologias do artesanato piauiense, serão montadas oficinas vivas com artesãos. Queremos que as pessoas conheçam todo o processo de produção das peças; é mais uma forma de encantar e valorizar ainda mais o produto, afirma Jacqueline Melo.
A exposição-feira conta com peças de trançados da palha de carnaúba, bordados de Buriti dos Lopes, cerâmicas do Poti Velho, móveis de buriti, biojóias e um espaço dedicado especialmente para arte santeira.
Na oportunidade, foi lançada a coleção de móveis feitos de pneu pelo artesão Divas, da Socopo, em Teresina. O produto é de qualidade impressionante e, o melhor, é prova de que promovendo a sustentabilidade podemos fazer verdadeiras obras de arte, destacou a diretora.
O artesanato piauiense marca presença nos maiores eventos do Brasil, como a Fenearte 2014, Feira Nacional de Negócios do Artesanato, realizada em Recife; Mão de Minas, em Belo Horizonte; Piauí Sampa, em São Paulo. São eventos que potencializam a divulgação da produção piauiense. Na maioria das feiras, os produtos piauienses vendem bastante.
Revistas nacionais de design e decoração também destacam o artesanato produzido no Estado. A edição de setembro da Revista Casa Cláudia, por exemplo, destaca o trabalho de Joaquim José Alves, sobrinho do Mestre Dezinho. Joaquim conta que foi preparado pelo tio e com a morte do Mestre Dezinho, ele assumiu a oficina e deu continuidade ao trabalho.
http://www.capitalteresina.com.br/