Ovos artesanais ganham mais espaço


Textos: Deize Felisberto
A cada ano, a produção artesanal vem ganhando mais espaço no mercado, principalmente em períodos comemorativos. A Flor de Cacau Chocolates e Festa, de Urussanga, vem aumentando anualmente a produção de ovos de chocolate para a Páscoa.
A proprietária da empresa, Thaise de Jesus Nicheli, estima um crescimento de 10% nas vendas com relação ao mesmo período do ano passado. Serão mais de duas toneladas de chocolates utilizadas até a data.
Nossa produção teve início no final de fevereiro e estamos com muitas encomendas, produzindo cerca de 100 ovos diariamente. Necessitamos contratar, ao todo, dez profissionais, entre produção e vendedores externos, para conseguir dar conta da demanda, informa Thaise. Uma variedade de 16 ovos, que vão desde o tradicional até os trufados, tem garantido uma grande procura dos consumidores. Os trufados fazem um grande sucesso e são responsáveis por 50% das vendas neste período, reforça Thaise. Os ovos de chocolate variam de 65 gramas até 2,5 quilos. Os mais vendidos, conforme ela, são os de 450 gramas e 600 gramas. Estamos lançando este ano dois ovos de chocolate, o 70% cacau e o sem lactose, acrescenta Thaise.
Conforme ela, a possibilidade de encomendar os produtos e buscá-los somente na semana da Páscoa também agrada o público. Os clientes escolhem os produtos e levam para a casa somente perto da data. Isso garante a qualidade do chocolate, que fica em um local adequado,destaca a proprietária da marca. No caso dos trufados, a data de consumo é de somente 15 dias e precisamos produzi-los somente nos últimos dias antes da Páscoa, completa.
Ovos artesanais 30% mais baratos
Apesar da produção mais trabalhosa, Thaise afirma que os ovos artesanais estão mais baratos que os industrializados. Além dos clientes levarem um produto diferenciado, conseguem comprá-lo por um preço mais acessível. Mesmo com o aumento do cacau e das embalagens plásticas, o nosso produto ainda consegue ficar abaixo do preço praticado no mercado. Algo em torno de 30%, ressalta.
FCDL espera aumento de 1,5% para a Páscoa
A menos de um mês da Páscoa, a Federação das CDLs de Santa Catarina (FCDL/SC) projeta um pequeno aumento nas vendas do comércio para a data. A expectativa da entidade varejista é que o movimento no varejo cresça 1,5% na comparação com 2013. O otimismo contido está baseado na cautela dos consumidores catarinenses nos primeiros meses do ano.
De acordo com o presidente da
FCDL/SC, Sergio Medeiros, a prudência na hora de ir às compras é cada vez maior. As incertezas em relação à inflação e à economia brasileira e as dívidas contraídas no final de 2013 têm feito o consumidor pensar duas vezes antes de gastar. Na Páscoa, não será diferente, observa.
Apesar desse panorama, a data é importante para o setor, pois não atrai apenas pessoas em busca de ovos de chocolate. O dirigente lojista acrescenta que cosméticos, roupas e calçados e papelaria/cartões também são muito requisitados no período.
http://www.atribunanet.com/