No ritmo da Copa artesão investe na fabricação do mascote Fuleco em RR


Daniel Melo trabalha há seis meses fabricando exclusivamente o mascote da Copa do Mundo 2014. Artesão tem duzentas miniaturas para comercialização em Boa Vista
Por Nailson WapichanaBoa Vista, Roraima
Interessados podem escolher o Fuleco em acrílico que vem com as cores do Brasil e em MDF, apenas em uma cor
O artesão Daniel Melo trabalha há algum tempo com a fabricação de artesanatos variados em material em acrílico e com Fibra de Média Densidade (MDF). Mas há precisamente seis meses começou a se dedicar exclusivamente na confecção do mascote da Copa do Mundo do Brasil, o tatu bola Fuleco.
Segundo Daniel, a ideia para a fabricação do Fuleco surgiu após comprar alguns projetos que continham o mascote e iniciaram a fabricar o tatu bola com a chegada da Copa do Mundo no Brasil e que a comercialização em Boa Vista ainda não atingiu as expectativas.
Daniel possui cem miniaturas em estoque
- Aqui em Boa Vista ainda não atingimos nossa expectativa de encomenda e vendas porque as pessoas parecem que não entraram no ritmo da Copa - disse Melo, que além do mascote também fabrica chaveiros e diversos utensílios da temática Copa Mundo.
Desde que iniciou os trabalhos na fabricação do Fuleco, o artesão produziu cerca de duzentas miniaturas, mandou cem para a venda em Manaus (AM) e ficou com outras cem em Boa Vista para comercialização. Daniel só não produziu mais outras peças do tatu bola devido a pequena procura pelo mascote da Copa do Mundo no Brasil.
- Ainda esperamos que o público conheça esse trabalho e ter em casa uma lembrança, que é algo único que vai acontecer no nosso País. Fiz com a expectativa de que surgisse muitas encomendas, mas como não houve isso, não aumentei a produção - concluiu Daniel.
O preço das pequenas peças do mascote varia, o Fuleco fabricado em MDF está sendo vendido ao preço de R$ 30 e o produzido em acrílico custa um pouco mais caro ao preço de R$ 50. As pessoas interessadas em adquirir o amuleto basta procurar nos chaveiros no centro de Boa Vista ou pelo telefone (95) 9111 2212.
As pequenas peças do Fuleco são feitas em uma máquina, mas a montagem é toda feita manualmente pelo artesão