Negócios de empresários com artesãos piauienses geram mais de R$ 100 mil


Dez lojistas de outros Estados vieram ao Piauí pra fechar parcerias comerciais
O grupo de empresários, compradores de artesanato, que veio ao Piauí, no mês passado, para realizar negócios conheceu diversas regiões do Estado. A ação gerou mais de R$ 100 mil em negócios.
Durante três dias, dez lojistas dos Estados de Minas Gerais, São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro e Alagoas participaram da missão compradora e tiveram a oportunidade de conhecer produtos em Teresina, Pedro II, Parnaíba, Piripiri, Campo Maior, Luís Correia, Ilha Grande e Coronel José Dias. Os lojistas fazem parte da Associação para o Comércio de Artesanato Brasileiro, Ascabras.
O objetivo da missão foi ampliar o conhecimento e a comercialização do artesanato piauiense por meio da aproximação com os principais lojistas do Brasil, proporcionando crescimento significativo e maior sustentabilidade nas vendas do setor.
O contato entre os lojistas e os artesãos locais contribuirá significativamente para a superação de barreiras como a logística de entrega e o acompanhamento dos pedidos, destaca o gerente da Unidade de Atendimento Individual e Mercado do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae no Piauí, Francisco Holanda.
Segundo Holanda, a missão teve como foco central a ampliação do impacto comercial da Mostra Piauí Sampa no âmbito nacional, por meio da participação dos principais lojistas de artesanato do Brasil.
Entre os principais produtos adquiridos pelos empresários estavam cerâmica, arte santeira, tecelagem e cestaria.
Fonte: Ascom Sebrae-PI