Moradores da Jatiúca e trade turístico reagem à ocupação no Vera Arruda

A possível transferência dos artesãos do Guerreiros do Artesanato, da Praça Sinimbu para a o Corredor Ver Arruda, nos finais de semana, não está agradando os moradores do entorno, nem o trade turístico. A informação sobre a transferência nos finais de semana foi divulgada esta semana, sem data definida, como alternativa encontrada pela Secretaria Municipal do Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária (Semtabes) e os próprios artesãos para minimizar os problemas enfrentados com o comércio no Centro de Maceió.
Uma comissão de síndicos dos Edifícios Cosimo Rosselli e Gentile Belline, localizados à Avenida Álvaro Otacílio, ao lado do Corredor Vera Arruda, no bairro da Jatiúca, procurou o Alagoas24Horas para informar os motivos pelos quais é contrária a instalação, mesmo que somente nos finais de semana, da feira de artesanato.
Para os síndicos, o local foi criado para a realização de atividades de lazer no bairro e é frequentado por famílias diariamente. Eles temem que a ocupação, que hoje é provisória, passe a se tornar definitiva e possa descaracterizar ou destruir o local. Os moradores estão preocupados com dois aspectos: a falta de estrutura, a exemplo da ausência de banheiros públicos e o aumento do fluxo de veículo e ônibus de turismo, que pode aumentar o congestionamento na orla marítima.
Eles questionam como será ordenado o trânsito no girador, localizado no fim da Rua Carlos Povina Cavalcante, a primeira paralela da Avenida Álvaro Otacilio, se turistas e clientes no geral estacionarem na entrada dos residenciais.
As mesmas reivindicações estão sendo encaminhadas à Semtabes pelo trade turístico, em documento encaminhado nesta quinta-feira, 24. A ideia é tentar reverter a decisão e sugerir o bairro de Jaraguá como espaço adequado para implantação da feira de artesanato com a estrutura adequada.
A assessoria de comunicação da Semtabes informou que o assunto ainda está em fase de definição. Na próxima terça-feira (29) os artesão voltarão a se reunir com a Semtabes para discutir a transferência.
http://www.alagoas24horas.com.br