Mais de 500 artesãos já contam com a carteira de profissional em Sorocaba


Cresce a cada dia o número de artesãos que requerem a carteira de profissional em Sorocaba. Desde abril de 2013, uma parceria firmada pela Prefeitura, com a Superintendência do Trabalho Artesanal nas Comunidades (Sutaco), permite aos artesãos de Sorocaba e região fazer a solicitação do documento na própria cidade.
Antes dessa parceria, esses serviços eram feitos apenas em São Paulo, pela Sutaco, órgão da Secretaria estadual de Emprego e Relações do Trablho (Sert). No ano passado, foram 58 artesãos que procuraram a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet) para requerer a carteira de profissional. Atualmente, aproximadamente 520 artesãos possuem esse documento que é o diferencial dos profissionais que vivem do talento pessoal.
A mais nova artesã profissional é Aline Cristina Magalhães Germano, moradora do Jardim Santa Marina I, Sorocaba. Ela apresentou o requerimento na última quinta-feira (23). Aline produz bonecas, chaveiros, roupas de uso pessoal e peças decorativas, aplicando técnicas de pirogravura, pintura e costura. Ela produz em média 50 peças por mês, trabalhando na própria residência e vende nas feiras de artesanato existentes no município.
A artesã conta que, além de poder portar o documento que a torna profissional, fez o cadastramento junto à Sutaco porque precisa emitir nota fiscal. Com isso abrem-se novas oportunidades de comercialização e a expectativa é a de melhorar as vendas e consequentemente a renda familiar, explica Aline.
Agora, tanto o cadastramento, quanto a solicitação da carteira, podem ser realizados na Universidade do Trabalhador Empreendedor e Negócios (Uniten). Todos os artesãos de Sorocaba e cidades da região podem fazer a solicitação da carteira de profissional. A medida proporciona, além de maior facilidade na apresentação dos documentos, economia de tempo e dinheiro, uma vez que os artesãos não precisam se deslocar até a capital.
Para se cadastrar, deve agendar um horário com o Agente de Cooperação, Jorge Afeich, funcionário da Prefeitura e credenciado pela Sutaco em Sorocaba. O atendimento e o cadastramento são totalmente gratuitos e feitos na hora, desde que apresentada toda a documentação necessária. Com a carteira, além de comprovar ser um profissional, o artesão tem acesso a inúmeros serviços prestados pela Sutaco, entidade promotora do artesanato paulista, como a emissão de nota fiscal, explica.
No momento do cadastro é preciso apresentar cópia do RG, CPF, comprovante de residência e uma fotografia 2x2 ou 3x4 colorida e recente. Para a emissão da carteira será feito o teste de confecção e avaliação do artesanato. Nesse caso, o artesão deverá apresentar no mínimo três trabalhos de cada técnica que queira cadastrar e o material necessário para confeccionar uma peça de cada técnica para esse teste.
Se não for possível executar a técnica no local da entrevista, o artesão deve levar peças em três fases diferentes do processo de produção, ou seja, uma no início, uma na fase intermediária e uma na fase final. Ainda assim, o artesão deverá completar uma das fases na presença do Agente. O cadastro é realizado na Universidade do Trabalhador Empreendedor e Negócios (Uniten), localizada na Avenida General Osório, 1.840 - Vila Barão. Para mais informações (15) 3316-1633 ou www.sutaco.com.br.
http://www.cruzeirodosul.inf.br/