Governo entrega 678 carteiras aos artesãos


Por Gabriela Carloni

O artesão participa de feiras, visibilizando seus produtos e garantido a comercialização (Foto: Assessoria Setul)
O Sistema de Informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro (Sicab) funciona no estado desde novembro de 2012, quando o governo do Acre, por intermédio da Secretaria de Turismo e Lazer (Setul), aderiu ao programa federal. Ao todo, foram entregues 678 carteiras, na capital e no interior. O programa é desenvolvido pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).
O Sistema identifica o artesão a partir da tipologia, técnica de produção, matéria prima/produto e possibilita meios de aprimorar as técnicas e habilidades do trabalhador com cursos de capacitação, além de facilitar a comercialização dos produtos, por meio de feiras nacionais e internacionais, ações incentivadas pelo Programa do Artesanato Brasileiro (PAB).
O artesanato nas feiras
O último evento, realizado em Rio Branco, que incluiu o segmento foi a Feira Natalina - idealizada pelo governo do Acre, em parceria com a prefeitura e o Sebrae -, que arrecadou no ano passado R$ 141.337,00 somente no setor de artesanato.
A Setul realizou a entrega de carteiras em Feijó, Cruzeiro do Sul, Xaouri e na reserva extrativista do Cazumbá (Foto: Assessoria Setul)
Maria Conceição da Silva, artesã há mais de 15 anos, relata: Eu fabrico tudo em casa e é quando tem feiras, como a Feira Natalina que participei recentemente, que eu consigo um espaço para comercializar, e isso gera um lucro maior. E já aproveito também pra entregar meu cartão, caso queiram fazer alguma encomenda.
O banco de dados da Setul evidencia que de 2011 a 2013, trabalhadores manuais acreanos participaram de 65 feiras no âmbito estadual, nacional e internacional, beneficiando 6.946 famílias e gerando renda de R$ 3.715.446,71.
Entrega de carteiras no interior
Em dezembro de 2013, mais de 300 artesãos foram contemplados com sua identidade profissional em Xapuri, Brasileia, Epitaciolândia, Assis Brasil, Sena Madureira, Feijó, Tarauacá, Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Rodrigues Alves.
De acordo com Simone Nascimento, coordenadora de Artesanato na Setul, foram feitos 849 cadastros por todo estado, número que cresce a cada dia, e orienta para os artesãos interessados em adquirir a sua carteira, entrarem em contato com a Setul, pelo telefone 3901-3020, ou diretamente na Secretaria - localizada no Arena da Floresta.
http://www.agencia.ac.gov.br/