Governo capacita artesãos em design de látex


Por Celis Fabrícia
Representantes de cinco cidades acreanas recebem certificação em Design de Látex (Foto: Angela Peres/Secom)
Os participantes do Workshop Design em Látex, desenvolvido pelo governo do Estado, por meio do Instituto Dom Moacyr (IDM) e em parceria com o Sebrae, receberam, na semana passada, o certificado de capacitação.
Os participantes do Workshop Design em Látex, desenvolvido pelo governo do Estado, por meio do Instituto Dom Moacyr (IDM) e em parceria com o Sebrae, receberam, na semana passada, o certificado de capacitação.
As aulas foram ministradas pela equipe do Istituto Europeo di Design (IED), na Escola da Floresta, em Rio Branco. O trabalho desenvolvido se enquadra na chamada cadeia híbrida de valor (CVH), em que o valor econômico e social real que determinado produto apresenta é utilizado para aumentar benefícios e diminuir custos.
O trabalho que eles vão gerar a partir desse workshop vai ser muito diferente, com muito mais entendimento e valor destaca Fabiano Pereira, coordenador do Projeto Acre Látex Design Lab, do IED.
É animador nós vermos a expectativa do artesão, a interação a troca de informações, reforça João Fecury, superintendente do Sebrae/Acre.
Modelos de calçados desenvolvidos antes das técnicas aprendidas pelos artesãos no workshop (Foto: Ângela Peres/Secom)
Imagens do corte da seringa, de animais e outros elementos da floresta serviram como inspiração para a criação de 14 modelos de calçados de látex. O resultado ainda não pode ser mostrado. O lançamento da coleção será feito em exposição, no mês de abril, em Milão, na Itália, e depois no Acre.
O resultado está lindo. E o que é mais bonito: mantém a floresta em pé e dá dignidade para o homem que vive dela ou vive nela, diz a primeira-dama Marlúcia Cândida, idealizadora do Projeto Acre Látex Design Lab, que promoveu o workshop.
O artesão José Rodrigues, o Doutor Borracha, que é o inventor do calçado de látex, participou da capacitação e ficou entusiasmado com as possibilidades de melhor posicionar o produto no mercado: Aprendemos como apresentar a identidade da floresta lá fora, disse.
Também apoiam o projeto a Secretaria de Pequenos Negócios (SEPN), o Instituto Chico Mendes para a Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e a Secretaria de Estado de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof).
http://www.agencia.ac.gov.br/