Funtrab abre inscrições para as Conferências Regionais de Economia Solidária

As Conferências Regionais são preparatórias e imprescindíveis para a realização da III Conferência Estadual de Economia Solidária, convocada pelo governo do Estado por meio do decreto E Nº 29, de 31 de outubro de 2013.
As Conferências Públicas são momentos privilegiados de participação ativa da sociedade nos debates sobre temas e questões relevantes que dizem respeito a todos, oferecendo subsídios para a formulação e avaliação das políticas públicas.
Na Capital será realizada na próxima quarta-feira (21) a Conferência Regional de Economia Solidária de Campo Grande, por meio da Funtra (Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul), Comissão Organizadora, parceiros e municípios, que desenvolverão seus trabalhos a partir do tema Construindo um Plano Nacional da Economia Solidária para promover o direito de produzir e viver de forma associativa e sustentável.
O local do evento será no Águas do Pantanal Clube, na BR-262 (saída p/ Três Lagoas), às 8 horas. As inscrições podem ser realizadas no site www.funtrab.ms.gov.br (à esquerda, clicar no ícone Conferência Regional de Economia Solidária).
Ao todo, serão realizadas três Conferências Regionais de Economia Solidária em que serão discutidos os avanços, limites e desafios da Economia Solidária em MS; processo de integração das ações e apoio fomentados pelos governos e sociedade civil; construção de Planos Regionais de Economia Solidária, além de oferecer subsídios para o Plano Estadual a serem debatidos na III Conferência Estadual de Economia Solidária.
As Conferências Regionais objetivam promover a elaboração dos planos territoriais de desenvolvimento da Economia Solidária, além de eleger 24 delegados(as) para a III Conferência Estadual de Economia Solidária.
Conforme o decreto P nº 935, de 7 de março de 2014, o governador do Estado designou a Comissão Organizadora, constituída por representantes de diversos segmentos como: representantes do poder público (25%); organizações da sociedade civil, entidades de fomento e de apoio à economia solidária (25%) e empreendimentos econômicos solidários (50%).
Os municípios abrangidos pela Capital são: Campo Grande, Alcinópolis, Camapuã, Coxim, Figueirão, Costa Rica, Chapadão do Sul, Rio Negro, Pedro Gomes, Rio Verde de MT, Sonora, Corguinho, Rochedo, Bandeirantes, Jaraguari, Terenos, Sidrolândia, Ribas do Rio Pardo, Água Clara, Nova Alvorada do Sul, Três Lagoas, São Gabriel do Oeste, Selvíria, Aparecida do Taboado, Paranaíba, Inocência, Cassilândia, Santa Rita do Pardo, Brasilândia, Porto Murtinho e Paraíso das Águas.
Outras duas Conferências Regionais acontecem neste mês, convocadas pela Comissão Organizadora Estadual, nas respectivas datas, abrangências, locais e endereços:
Anastácio (28/5) - Anastácio, Corumbá, Ladário, Aquidauana, Dois Irmãos do Buriti, Miranda, Nioaque, Jardim, Bonito, Bodoquena, Bela Vista, Caracol e Guia Lopes da Laguna. O local será o Sitpan (Sindicato dos Trabalhadores da Prefeitura de Anastácio), na rua Nilza Ribeiro, 2085 - Jardim Campanário, com início às 8 horas.
Dourados (30/5) - Dourados, Rio Brilhante, Ponta Porã, Juti, Caarapó, Glória de Dourados, Itaquiraí, Mundo Novo, Jateí, Itaporã, Douradina, Laguna Carapã, Amambai, Coronel Sapucaia, Paranhos, Tacuru, Sete Quedas, Japorã, Eldorado, Naviraí, Aral Moreira, Bataguassu, Novo Horizonte do Sul, Anaurilândia, Bataiporã, Taquarussu, Nova Andradina, Angélica, Deodápolis, Fátima do Sul, Vicentina, Ivinhema, Iguatemi, Antônio João e Maracaju. A Conferência acontecerá no Salão de Festas da Paróquia Santo André, na rua Ediberto Celestino de Oliveira, 1169 - Vila Santo André, com início às 8 horas.
A Economia Solidária pode ser definida como uma maneira diferente de as pessoas se organizarem em torno de seu trabalho e dos benefícios que este pode produzir. É também uma forma de produção e consumo voltados prioritariamente à valorização do ser humano e da natureza.
A construção de uma Política Pública Nacional de Economia Solidária é um processo sistemático de reconhecimento de direitos de cidadania pelo Estado, sobretudo dos trabalhadores(as) das iniciativas econômico-solidárias.
Como compromisso do governo de Mato Grosso do Sul, a Política Pública de Emprego, Trabalho e Renda é priorizada e desenvolvida pela Funtrab, por meio da Coordenadoria de Trabalho e Economia Solidária em parceria com o MTE (Ministério do Trabalho e Emprego).
Conjuntura Online

Versão para Impressão
Enviar por e-mail
http://www.aquidauananews.com/