Fibras vegetais e artesanato indígena serão temas do 19º Salão de Artesanato da Paraíba

A abertura oficial será no dia 19 de dezembro
Matérias-primas extraídas do fundo do mar, fibras vegetais típicas da região litorânea e a arte indígena produzidas por Tabajaras e Potiguaras da Baía da Traição formarão um universo criativo que será destaque na 19ª edição do Salão de Artesanato da Paraíba. A abertura oficial será no dia 19 de dezembro e o evento ficará aberto ao público até 26 de janeiro, no Jangada Clube, na praia de Cabo Branco, em João Pessoa.
De acordo com a coordenadora do Programa do Artesanato da Paraíba (PAP), a primeira-dama do Estado, Pâmela Bório, todo o design do evento terá a colaboração do designer Sérgio Matos, parceiro do programa, que prestou consultoria às artesãs paraibanas. Ela revelou ainda que as marisqueiras tiveram a oportunidade de aprender noções sobre formas e traços que são normalmente pedidos pelo mercado.
Essas noções são essenciais para que o trabalho final atenda as exigências do consumidor e possa também ser beneficiado pelo programa Empreender-PB, na linha de crédito específica para esses trabalhadores, que o ajuda na adquisição de material e a manter uma produção eficiente capaz de atender a demanda e se multiplicar, afirma a coordenadora do PAP.
Para o designer paraibano Sérgio Matos, a experiência foi surpreendente e bem aceita pelas 15 artesãs da Associação das Marisqueiras Pobres de Acaú, que até então só desenvolviam trabalhos com características mais rústicas com pouco valor comercial.
Primeiro conheci o material com o qual elas trabalham e através de visitas frequentes desenvolvi os produtos da coleção e levei para elas. Disso projetamos a coleção Corais de Acaú, com fruteiras, vasos e luminárias com conchas de marisco trituradas, arame e barbante. O resultado está incrível, elas estão na fase de produção para que os produtos sejam bem apresentados durante o Salão do Artesanato. A consultoria agregou bastante valor às peças, e eu também adquiri muito conhecimento com as artesãs, muita lição de vida. Foi um trabalho de troca de conhecimentos, revelou Sérgio.
Os visitantes do 19º Salão de Artesanato da Paraíba poderão encontrar peças exclusivas a preços variados, aprender sobre a cultura paraibana e ainda colaborar para a geração de emprego e renda.
Funcionamento - O salão vai funcionar diariamente das 15h às 22h, até o dia 26 de janeiro. As exceções são para os dias 24, 25 e 31 dezembro, bem como para o dia 1º de janeiro, quando o evento será fechado para as festas de final de ano. A visitação será gratuita.
http://www.paraibatotal.com.br