Experiência bem-sucedida com artesanato no Rio será apresentada em Sorocaba nesta quinta-feira

Nesta quinta-feira (12), Sorocaba terá a oportunidade de conhecer uma experiência bem-sucedida relacionada a artesanato, capacitação e geração de renda. Isso porque a fundadora e diretora executiva da Cooperativa de Trabalho Artesanal e de Costura da Rocinha - Coopa-Roca, do Rio de Janeiro, Maria Teresa Leal, se reunirá com artesãos e artistas da cidade para uma tarde de troca de experiências.
O encontro, na unidade da Prefeitura Seminário, às 14h, é uma iniciativa do Fundo Social de Solidariedade de Sorocaba (FSS), por meio do projeto Viver Arte, que tem como objetivo incentivar e promover a criatividade e qualidade artística nos trabalhos. A grande meta do projeto é a criação de um Mercado de Arte em Sorocaba, no qual os artesãos possam comercializar seus produtos.
Foram convidados para o encontro, além dos artistas e artesãos, os secretário municipais, vereadores, representantes das Universidades e Faculdades, Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo - Sebrae, Sesc, Senai, Senac, Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba (Macs), entre outros parceiros do projeto.
Há mais de 20 anos, a Coopa-Roca capacita, coordena e gerencia o trabalho de mulheres moradoras da Rocinha, as quais produzem peças artesanais focadas no mercado da Moda e do Design, valorizando a produção artesanal apoiada no aperfeiçoamento constante das cooperadas. A qualidade e o ineditismo dos trabalhos artesanais da cooperativa conquistaram lugar de destaque no setor da Moda e do Design, com exposições e desfiles realizados no Brasil e em outros países como Inglaterra, Alemanha, França, Itália e Estados Unidos.
No mês de agosto, a presidente do FSS de Sorocaba, Maria Inês Moron Pannunzio, se reuniu com Maria Teresa, quando conheceu um pouco mais do trabalho desenvolvido pela cooperativa, para trazer essa experiência de sucesso para Sorocaba, com foco no projeto Viver Arte.
Em Sorocaba, Maria Teresa conhecerá o trabalho desenvolvido na cidade com o objetivo de contribuir com o trabalho artesanal, na valorização profissional, direcionada ao mercado, como ela mesma explica. Queremos iniciar um trabalho em Sorocaba com foco na qualificação do produto e do mercado e, desta maneira, gerar novas oportunidades de negócios para os artesãos da cidade. A minha visita à cidade terá por objetivo conhecer as vocações e potenciais locais, além de visitar as universidades, empresas e organizações para juntos somarmos esforços na construção desta nova estratégia, disse.
Para tanto, na ocasião, haverá um espaço onde os artesãos irão expor seus produtos e após a palestra de Maria Teresa, haverá a possibilidade para questionamentos e troca de experiências.
Maria Inês Moron Pannunzio destacou a importância da parceria: Acredito que como toda parceria está também será bastante significativa pela experiência da Maria Teresa na área de artesanato. Estamos articulando estratégias e parcerias para o desenvolvimento do trabalho artesanal na cidade e a expectativa é de que o resultado seja bastante produtivo.
Na sexta-feira (13), Maria Teresa conhecerá os espaços da Universidade do Trabalhador Empreendedor e Negócios (Uniten), bem como alguns locais que contam a História de Sorocaba.
www.sorocabafacil.com.br