Emater e Senar capacitam agricultores familiares em Inhangapi

Emater e Senar capacitam agricultores familiares em Inhangapi
Da Redação
Agência Pará de Notícias
Dezesseis agricultores familiares da Comunidade Serraria, no município de Inhangapi, nordeste do Estado, participaram do curso de Associativismo Rural, promovido pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater), em parceria com a Secretaria Municipal de Agricultura (Semagri) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). Com 40 horas de aula, o curso aconteceu no período de 8 a 12 de setembro. Até o final do mês, a Emater promoverá nova capacitação para agricultores da Comunidade do Livramento.
Segundo Luiz Augusto da Silva, chefe do escritório da Emater em Inhangapi, a iniciativa foi uma excelente oportunidade para os produtores conhecerem mecanismos que fortalecem a produção, aumentam a produtividade e garantem retorno financeiro às famílias. Fizemos um levantamento da área e vimos que aqueles agricultores estavam precisando de orientação, e a nossa parceria com o Senar permitiu o fortalecimento do grupo, informou.
Para a assistente social Layz Goes, instrutora de treinamento do Senar, no curso foram abordadas questões relacionadas à organização social, com ênfase na importância da transformação econômica, social e cultural. Eles perceberam que, sozinhos, são fracos, mas que unidos são fortes. E também o quanto proveitoso é o trabalho em equipe, e o que podem ganhar com isso. O associativismo não tem fins lucrativos enquanto grupo, mas sim ganhos individuais, reduzindo o custo de produção e aumentando a renda, ressaltou a instrutora.
Para a assistente social, a participação das mulheres no curso foi surpreendente. Segunda ela, é mais comum a presença de homens interessados em cursos sobre essa temática. No curso, o público estava bem homogêneo. Na comunidade Serraria as mulheres se perceberam ativas. Agora, todos passam a entender o papel da mulher. Ela está na roça, trabalha em casa e participa da renda da família. Ela não é mais uma mera coadjuvante, e passa a assumir seu lugar na organização da comunidade, destacou Layz Goes.
Kenny Teixeira
Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará
http://www.agenciapara.com.br/