Dia Nacional da Cachaça é comemorado hoje

A escolha da data foi motivada no episódio conhecido como Revolta da Cachaça
O Brasil comemora no dia 13 de setembro o Dia Nacional da Cachaça. A data foi legalizada pela Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados em 2011. A escolha deste dia tem uma motivação histórica. No ano de 1661, ocorreu uma revolta popular contra a colônia portuguesa, que proibia a bebida. Com a vitória dos defensores do destilado, o episódio ficou conhecido como a Revolta da Cachaça. Alvo de preconceito, o destilado brasileiro assumiu este ano status de bebida premium e conquista cada vez mais apreciadores.
Em 2006 foi criado o Instituto Brasileiro da Cachaça (IBRAC). Mesmo com a evolução das novas tecnologias, a cachaça de origem artesanal vem alavancando o comercio brasileiro. De acordo com a última pesquisa divulgada pelo órgão, o país tem a capacidade de produzir cerca de 1,4 bilhão de litros,e, atualmente, são mais de 40 mil produtores. O Piauí está inserido nesse processo de avanço, através dos municípios de Amarante, Barras, José de Freitas, São João da Serra, Castelo, Pedro II e Palmeira do Piauí que se destacam quanto à produção do destilado.
O Sítio Floresta, em Amarante, por exemplo, é o local de produção da Lira. No espaço, acontece o plantio de forma orgânica, sem o uso de adubos químicos e agrotóxicos. A cana é colhida manualmente sem a prática da queima, despontada e despalhada no próprio canavial, passando por uma rigorosa seleção e limpeza. Após o processo de envelhecimento é homogeneizada, filtrada e engarrafada, mantendo as características de uma cachaça artesanal. As pessoas gostam da bebida artesanal e o armazenamento do produto em tonéis de madeira tem a finalidade de aprimorar o sabor, aroma, brilho, maciez e cor da bebida, o empresário Igor Lira.
Os produtores do destilado estão investindo nos sabores leves, mas sem perder a qualidade e tradição. E o apuro artesanal brasileiro também está ganhando o comércio internacional. A bebida se configurou como um símbolo de status. É interessante que as pessoas busquem conhecer a origem da bebida e a sua história. Além disso, é uma ótima alternativa para geração de renda, seja para pequenos ou grandes agricultores, afirma.
A cachaça passou a ser reconhecida pelos Estados Unidos como um produto exclusivamente brasileiro. Uma medida que traz grandes oportunidades de negócios e amplia o mercado mundial da cachaça no país.
http://www.capitalteresina.com.br