CECOOP BAHIA analisa proposta de redução de ICMS para cooperativas


Reunião de representantes do CECOOP
O Plano Estadual de Cooperativismo, considerado mais um instrumento importante para o fortalecimento nas políticas públicas da Economia Solidária, na Bahia, foi discutido na reunião do Conselho Estadual de Cooperativismo (Cecoop) realizada nesta terça-feira, dia 01, na sede da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre).
A construção do Plano Estadual de Cooperativismo envolve técnicos da Superintendência de Economia Solidária da Setre; representantes da Organização das Cooperativas do Estado da Bahia (Oceb); e da União das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária do Estado da Bahia (Unicafes), com definição de políticas públicas voltadas para o segmento.
O debate sobre as propostas de alteração no regulamento do ICMS-Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços para as cooperativas e as tarifas cobradas pela Juceb-Junta Comercial do Estado da Bahia também estiveram na pauta do Cecoop. A luta dos cooperados é pela redução da carga tributária. Com essa redução, a expectativa é de fortalecimento do movimento cooperativista, promovendo a inclusão socioprodutiva de mais baianos.
A reunião tratou ainda do projeto de formação de gestores e do apoio à 3ª Conferência Estadual de Economia Solidária, prevista para maio, além do ciclo preparatório do evento que começa na próxima semana, com as conferências nos 27 Territórios de Identidade do Estado.
A reunião desta terça-feira, dia 01, os trabalhos foram conduzidos pelo superintendente de Economia Solidária da Setre, Milton Barbosa, suplente do presidente do Conselho, secretário estadual do Trabalho e Esporte, Nilton Vasconcelos.
Fonte: Bahia Já
http://www.cooperativismo.org.br/