Capacitações na Agortins orientam agricultores a negociar e beneficiar produtos


No Espaço Empresarial, organizado pela Sedecti e pelo Sebrae, produtores aprenderam sobre o processamento e a higienização correta de polpas de frutas e hortaliças e, ainda, sobre como vender e ter mais lucro
Para muitos pequenos produtores vender produtos e fazer uma boa negociação ainda é uma tarefa difícil. Alguns, por não conhecerem bem o mercado financeiro, acabam vendendo a mercadoria por um preço muito baixo do valor de mercado e, por conseqüência, somam prejuízos.
Para orientar o agricultor nesta área, o Espaço Empresarial disponibiliza palestras e oficias que explicam de forma rápida e direta temas de interesse da agricultura familiar. O Espaço na Agrotins - Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins é uma parceria entre a Sedecti - Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação; e o Sebrae - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas.
Nas palestras sobre como negociar, o agricultor aprende que a relação de comércio em que somente uma das partes ganha, não bom negócio. Numa boa negociação o importante é o ganho compartilhado, em que o vendedor ganhar e o cliente também. É preciso saber prevenir e solucionar conflitos que podem atrapalhar o negócio, explica a palestrante e instrutora do Sebrae, MacLane Costa.
Para o estudante do curso de Técnico em Agropecuária do IFTO - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia, Lucas Leal da Silva, que participou de uma das palestras, esse conhecimento contribui muito para a formação a profissional. Agricultura familiar e o agronegócio são áreas que estão crescendo muito, e para mim, enquanto futuro técnico em agropecuária, esta capacitação vai contribuir bastante porque vau poder orientar melhor os meus futuros clientes sobre como negociar, destaca o estudante.

Qualidade do Produto
Mas não basta saber negociar, é preciso ter um produto de qualidade e saber agregar valor e este produto. A engenheira de Alimentos, Alessandra Abreu, ministra oficina sobre as normas sanitárias para a agroindústria. Ela orienta os produtores sobre procedimentos corretos e a higienização adequada para processamento de polpas de frutas e de hortaliças. Se o produtor fizer o manejo e a higienização das formas corretas o alimento tem mais durabilidade, agregando valor ao produto, afirma.

Linhas de créditos
No Espaço Empresairal, os pequenos produtores também recebem informações de como ter acesso a linhas de créditos e financiamentos específicos para a agricultura familiar. A analista jurídica do BNDES - Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social, Isamara Seabra, garante que são várias possibilidades para o produtor conseguir empréstimos e financiamentos para investir na produção. A mais simples para o produtor é o Pronaf - Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, que tem o objetivo de apoiar projetos de investimento na agricultura familiar. No Pronaf, o agricultor pode adquirir financiamentos com taxas de juros a partir de 0,5% com prazo de carência que vai de 3 a 10 anos para começar a pagar, explica.

Agrotins
Essa é a 14ª edição da Agrotins - Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins. Este ano, a previsão é receber cerca de 73 mil pessoas durante a realização do evento, que reúne quase 400 atrações entre exposições, palestras, oficinas e capacitações.
Aproximadamente 500 instituições estão envolvidas com a feira em 2014. A Agrotins segue até sábado, 10, e é realizada pela Seagro - Secretaria da Agricultura e Pecuária. A expectativa dos organizadores é de que a Feira alcance volume de negócios superior a R$ 515 milhões, total registrado no ano passado.
http://surgiu.com.br/