Bricolagem ajuda a economizar nos presentes e reformar a casa

Bricolagem ajuda a economizar nos presentes e reformar a casa
Amanda Célio Repórter
Para presentear a família e os amigos, a estudante de Matemática Milena Abreu Resende enxergou no artesanato uma oportunidade para economizar nas compras. Essa é uma velha prática conhecida nos Estados Unidos, que consiste em fabricar ou reparar algo por conta própria. O termo em inglês, do it yourself ou simplesmente DIY, traduzido para o português significa faça você mesmo. No Brasil, o DIY é conhecido como bricolagem, expressão já comum principalmente entre artesãos e adeptos da prática.
Milena Abreu presenteia as amigas com tapetes, cachecóis e outras peças feitas por ela
Além da economia, Milena Abreu ainda quis conter a pressão das amigas e da família, que pratica o artesanato há muito tempo e, por isso, começou a se aventurar nas linhas e bordados. Mas as peças, que antes eram um passatempo e hobby, foram ficando cada vez mais profissionais. Presentes de aniversário são sempre cachecóis, tapetes ou peças de artesanato feitas por mim. Além de economizar, fica um presente original e único e minhas amigas adoram, diz Milena Abreu.
Mas a bricolagem ainda engloba desde reformas na própria casa, com a colocação de papéis de parede, reutilização de paletes e bobinas de fiação elétrica, até reparo nos jardins ou atividades corriqueiras, como por exemplo, lavar o próprio carro.
Valéria Gomes começou a fazer artesanato como hobby, mas depois virou profissão
Segundo a professora de artesanato Valéria Gomes Texeira, muitas alunas dela procuram cursos deste tipo apenas para fazer peças para casa e si própria, mas acabam ganhando uma renda extra e até se profissionalizando, como é o caso dela mesma. Comecei a dar presentes para as amigas, daí começaram as encomendas e depois virou uma profissão.
Mais do que economizar com os gastos do lar ou aprender uma nova atividade, a bricolagem garante ao adepto uma peça original feita sob medida para a casa. A tendência tem refletido nas lojas de artigos para artesanato e aumentado as vendas. Além disso, na internet, é possível encontrar diversos tutoriais e blogs especializados em decoração que ensinam técnicas com vídeos e fotos.
Vendas de loja aumentam 30%
Darlene Vigineski oferece cursos para pintura em caixas de MDF e móveis coloniais
Na loja especializada em artigos para artesanato de Darlene Glória Vigineski, a procura por cursos que ensinam procedimentos que são possíveis de fazer em casa, conhecido como bricolagem, cresce a cada dia. Oferecemos cursos para decorações em madeira, pintura em móveis, decoração de caixas em MDF, maquetes de bolo, biscuit, sabonetes e todos formam turmas. Os mais procurados, que têm duas turmas por dia, são das caixas em MDF, diz.
Segundo a artesã, fabricar as próprias coisas é uma tendência e, por isso, as vendas na loja aumentaram 30% em relação ao ano passado. Artigos para decoração também são muito procurados. Os móveis coloniais, que estão super na moda, são vendidos sem pintura e os clientes aprendem a dar cor a peça durante os cursos. Aprender a pintar caixas em MDF, segundo Darlene Vigineski, também é um curso bastante procurado. É possível fazer porta-joia, porta-óculos, kit de bebê, utensílios para cozinha, entre outros, e, como é um trabalho manual, sai bem mais barato do que comprar pronto, afirma.
Dona de casa quis fazer economia
Com o que sobrou do material de construção usado na reforma da casa, Kátia fez um jardim vertical
A dona de casa Kátia Cássia Germana da Silva se atentou para esse tipo de economia, conhecida como bricolagem, quando o orçamento apertou na reforma da casa. Sempre tive vontade de colocar um papel de parede em casa, vi que minha cunhada colocou, mas ela colocou só uma faixa. Fui orçar e descobri que a mão de obra ficava em torno de R$ 80. Resolvi olhar um passo a passo na internet e quando fui comprar os materiais para fazer, descobri que a loja estava dando um curso sobre como aplicar papel de parede. Aproveitei e fiz, diz.
Com o fim da obra, Kátia Silva aproveitou alguns materiais que sobraram e investiu na decoração. Fiz caixinhas de luz para o meu jardim vertical e ficaram lindas, afirmou. A dona de casa, que agora é superadepta da bricolagem já sabe a próxima mudança da casa. Agora, quero aprender a colocar tábua corrida. Sei que é um serviço caro, mas já pesquisei na internet e vi que eu e meu marido conseguimos fazer e, com certeza, vamos economizar bastante.
Passo a passo
Aprenda colar papel de parede
Você vai precisar de
Balde médio para diluir a cola
Escada
Fita métrica
Broxa ou rolo de pintura
Tesoura
Estilete afiado
Espátula para corte, de preferência de aço
Pano seco
Siga o passo a passo
1. Limpe a parede com pano úmido e espere secar. Se houver alguma imperfeição, passe uma lixa para aumentar a aderência do papel.
2. Meça a superfície e defina o tamanho das tiras. Corte o papel e deixe 0,10 cm para o recorte no teto e outros 10 cm para o rodapé.
3. Passe cola (veja abaixo as instruções para prepará-la) em abundância, do centro para as bordas. Dobre o papel, juntando as pontas. Espere 1 minuto e passe mais uma mão de cola.
4. Comece aplicando o papel no teto. Espere colar e vá desenrolando até o chão. Repita o processo, dispondo uma folha ao lado da outra.
5. Conforme for colando o papel, passe um pano seco para retirar o excesso de cola. Dê leves tapinhas para evitar as bolhas.
6. Recorte os excessos de papel fazendo vincos firmes com a espátula. Passe o estilete para reforçar e puxe a rebarba com as mãos.
Como fazer a cola para aplicar o papel de parede
Use cola em pó, diluída em água, sem química e sem cheiro. É a mais adequada para a aplicação do papel de parede. No início, quando é misturada, ela parece um mingau cheio de bolas, mas se dissolve após uma hora, aproximadamente. Prepare-a de acordo com a instrução da embalagem.
O que fazer com as tomadas e interruptores
Deixe o papel de parede passar por cima deles. Quando o papel estiver seco, faça um corte no formato de uma cruz sobre a tomada ou interruptor. Em seguida, abra as partes cortadas com cuidado. Arremate cortando em volta com o estilete afiado.
https://www.correiodeuberlandia.com.br