Artesãs do Paraíso de Cima irão expor no Shopping Popular

Muitas mulheres sustentam a família com o artesanato
BARRA MANSA
A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico iniciou uma ação no bairro Paraíso de Cima com a finalidade de cadastrar pessoas interessadas em investir no artesanato. A arte é uma forma de renda para as donas de casa da comunidade e muitas sustentam a família dessa maneira. Com isso, a primeira ação da Secretaria foi identificar as artesãs e, com o CATei Itinerante, cadastrar os moradores que já trabalham com artesanato e pretendem ter o CNPJ através do Microempreendedor Individual (MEI).
A próxima etapa, de acordo com o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Antônio César e Silva, o Tuca, é a capacitação das microempreendedoras e a inclusão em um rodízio elaborado pela secretaria para a demonstração e venda das peças no Shopping Popular, no Centro.
A secretaria tem um box no Shopping Popular e vamos utilizá-lo para a exposição dos trabalhos das artesãs cadastradas, que já possuem o MEI. Pretendemos fazer um rodízio para que todas possam mostrar seus trabalhos manuais, salientou Tuca.
Segundo o secretário, a região do Paraíso de Cima tem potencial para o artesanato. Há três artesãs atuantes na comunidade, mas tem muita gente querendo aprender o ofício. Vamos, em parceria com o Sebrae, organizar capacitação e palestras para essas novas empreendedoras e fortificar o artesanato como fonte de renda entre as mulheres da comunidade, acrescentou o secretário.
Oneida do Carmo Nascimento é artesã há três anos e agora quer se especializar e aprender novas técnicas. Hoje eu sustento minha casa com o artesanato. Essa capacitação e visibilidade que a secretaria de Desenvolvimento Econômico vai me proporcionar, vai servir para aumentar meus ganhos. Espero que mais gente na comunidade se interesse em aprender, pois, unidas, poderemos fazer ainda mais, ressaltou a artesã.
http://www.avozdacidade.com/