Artesã reutiliza latas de leite para confeccionar lembranças de Páscoa


Porta doces diferenciado faz a alegria da criançada.
Além da lata de leite, outros materiais são reaproveitados.
Do G1 Petrolina
Meire Rodrigues trabalha com artesanato há três anos (Foto: Meire Rodrigues/Arquivo Pessoal)
Artesã de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, reutiliza latas de leite para confeccionar lembranças de Páscoa. Meire Rodrigues, de 39 anos, trabalha com artesanato há cerca de três anos e aposta na sofisticação e no acabamento impecável para garantir o seu diferencial no mercado. Desta vez ela resolveu aproveitar latas de leite que iriam parar no lixo, feltro e tecidos para elaborar um porta doces que encanta a criançada.
A artesã já produziu cerca de 120 lembranças e conta que ainda tem muito trabalho até a véspera do domingo de Páscoa. O porta doces, que depois pode virar um porta treco, caiu no gosto da garotada e as encomendas começaram a ser realizadas pelos pais no início do ano. Desde o mês de fevereiro recebo encomendas, vou produzir ainda até uma semana antes do domingo de Páscoa, ainda falta fazer umas 100 latinhas, relata.
Além das latas de leite, a artesã também utiliza materiais como garrafas pet, vasilhas de sorvete, bolas de isopor, palitos de churrasco e emborrachado (E.V.A), para confeccionar as lembranças.
Lembranças são encomendadas desde fevereiro
Meire Rodrigues, começou fazer artesanato na preparação da festa de um ano do seu filho que tinha como tema O Mundo do Circo. A artesã queria participar efetivamente da festa e decidiu fazer as lembrancinhas. A ideia fez tanto sucesso entre os convidados que logo surgiram as primeiras encomendas. A partir disso não parou mais de fazer artesanato.
O material utilizado para fazer as lembranças de Páscoa são de doações ou de uso pessoal da artesã. Cada uma custa R$ 20, o que sai mais barato que muitos ovos de chocolate à venda no mercado. E basta dar uma olhada para perceber o capricho que ela emprega em cada trabalho. Tecidos coloridos, riqueza nos detalhes e traços delicados nos rostinhos dos coelhos, mostram que cada vez mais é possível reaproveitar material reciclável de forma interessante e de colaborar com o meio ambiente.