Agricultores familiares de Miranorte são exemplos de sucesso no Estado


A presidente da associação ainda ressalta que os agricultores sempre têm recebido suporte
Nasci e me criei em fazenda, mas diferente de como foi para o meu pai, hoje não vejo dificuldade em dizer que moro na roça, disse a presidente da Associação, Marizete Rodrigues da Costa, que anteriormente trabalhava para outros produtores e morava em casa de palha. Atualmente, Marizete tem sua habitação rural de alvenaria construída, e é uma das integrantes da Associação de Produtores da Fazenda Vitória, no município de Miranorte, e que hoje vivem a expectativa para a primeira colheita de um milhão de abacaxis, prevista para o mês de março. As 37 famílias adquiriram a fazenda em 2011, através do crédito fundiário, e dividem 525 hectares entre eles, e estão se consolidando como um caso de sucesso da agricultura familiar no Tocantins.
Quando se fala em sucesso na agricultura familiar, há outros fatores a se observar além da produtividade. Qualidade de vida é um ponto determinante, explicou o engenheiro agrônomo da Diretoria de Agricultura Familiar, Marcelo Gualberto. Para isso, a Secretaria da Agricultura e Pecuária (Seagro) tem desenvolvido ações de fomento voltadas ao agricultor familiar em ambos os quesitos. Através do Subprojeto de Investimento Comunitário (SIC), executado pela Seagro em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), os produtores da Fazenda Vitória tiveram recursos para adubação, ferramentas e a construção de suas casas. Com o kit de máquinas e implementos do programa Terra Forte, entregue pela Seagro ao município em outubro, a associação foi beneficiada com 180 horas de uso do trator para gradeamento do solo.
A presidente da associação ainda ressalta que os agricultores sempre têm recebido suporte. Só temos a agradecer, pois temos apoio desde as atividades de rotina, como o transporte para a cidade, aonde as crianças vão para a escola, até para a manutenção das atividades rurais, em que garantimos o nosso sustento, disse Marizete. Entre os próximos projetos da associação, Marizete aponta o acesso ao crédito do Programa Nacional de Fortalecimento à Agricultura Familiar (Pronaf), que já está em fase de elaboração para a implantação de poço artesiano que atenderá toda a propriedade; e a chegada de energia elétrica, prevista para este ano.
Além de abacaxi, que tem um ciclo de um ano e meio, os agricultores familiares também cultivam outras culturas de ciclo menores como mandioca, abóbora, feijão, arroz e milho. Segundo o também consultor, Diniz Didier Dias, destaca-se ainda a preocupação legal e ambiental dos agricultores com a área de preservação permanente (APP) e a reserva legal, que permanecem preservadas. Outro destaque da produção da Fazenda Vitória é que a produção de abacaxi está dentro do Programa Integrado de Frutas, método economicamente viável e ambientalmente correto. Os produtores são orientados pela Coordenadoria de Desenvolvimento Vegetal da Seagro para proteção do solo e uso racionado de agrotóxico.

Produção
Os frutos da Fazenda Vitória vão complementar a produção de Miranorte, que abastece a região central do Estado e ainda é vendido para os estados de Goiás, São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal. O representante da empresa de consultoria DHES, Luthiano Lima, comentou a qualidade do produto. Em volume, o Tocantins é o sétimo maior produtor de abacaxis do Brasil, mas por conta do alto teor de brix (açúcar), oferece um produto de qualidade superior em comparação a outros estados, pois tem o sabor mais adocicado e menos ácido, disse.

Agricultura Familiar
2014 é o Ano Internacional da Agricultura Familiar, e de acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), a agricultura familiar é responsável por cerca de 70% da produção nacional de alimentos. Segundo dados do censo agropecuário realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2006, estima-se que no Tocantins há cerca de 50 mil famílias que se qualificam como agricultores familiares. A Secretaria da Agricultura e Pecuária programou para este ano uma série de ações voltadas ao segmento, uma delas é a realização da Feira de Tecnologia Agropecuária (Agrotins 2014), de 6 a 10 de maio em Palmas, com este tema e um pavilhão voltado exclusivamente a agricultura familiar. No decorrer do ano, também estão previstas a realização de feiras de agricultura familiar em outras regiões do Estado.
http://surgiu.com.br/