Agraer estipula normas para posto da agricultura familiar na Ceasa MS


No local, agricultor familiar poderá vender o que produz em sua área.
Autorização terá validade de seis meses e poderá ser renovada.
Do Agrodebate
Produção de tomate em assentamento de Mato Grosso do Sul
Portaria da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer) publicada na edição desta sexta-feira (21) do Diário Oficial do estado estipulou normas de funcionamento para o centro de comercialização da agricultura familiar nas Centrais de Abastecimento deMato Grosso do Sul (Ceasa MS), em Campo Grande.
Segundo a portaria, o centro de comercialização na Ceasa tem o objetivo de oferecer instalações para que o próprio agricultor familiar do estado venda no atacado sua produção de hortifrutigranjeiros e de outros produtos.
Para vender no local, o agricultor deverá apresentar a carteira de produtor rural e cadastro com declaração da produção agrícola emitida pela Agraer, sendo vedada a comercialização de produtos que não constam neste cadastro.
A autorização para os agricultores familiares venderem sua produção no centro de comercialização da Ceasa terá validade de seis meses e depois poderá ser renovada periodicamente. Os usuários que descumprirem as normas da Agraer estarão sujeitos a penas que vão de uma notificação até a exclusão definitiva do espaço.