Festa do Sairé é sinônimo de lucro para artesãos de Alter do Chão

Festa do Sairé é sinônimo de lucro para artesãos de Alter do Chão
Durante a festa cerca de 100 mil visitantes passam pela vila.
Venda de produtos garante melhor qualidade de vida para artesãos.
Do G1 Santarém
A venda de artigos regionais garantem o faturamento para dezenas de famílias da vila balneária de Alter do Chão, que fica distante cerca de 40km de Santarém, oeste do Pará. Com a chegada da Festa do Sairé, a expectativa de vendas e lucro aumenta entre os artesãos.
Durante a festa cerca de 100 mil visitantes passam pela vila, movimentando a economia local e aumentando a venda de artesanato, doces, licores e outros produtos regionais.
As vendas na barraca do artesão Manoel Maria aumentam durante o Sairé
O artesão Manoel Maria trabalha com produtos artesanais há 40 anos e em sua barraca oferece vários produtos confeccionados por sua família. Para ele, o período da Festa do Sairé é sinônimo de aumento nas vendas. A festa desse ano promete muito, é muito gente chegando, disse.
A venda de produtos artesanais garante melhor qualidade de vida para dezenas de famílias da vila balneária. Rosenita Castro é artesã há 20 anos e com o dinheiro que ganha, com a venda de produtos regionais em uma barraca, conseguiu comprar casa, carro e pagar faculdade para os filhos. Já comprei uma lancha. O meu filho conseguiu um carro para fazer turismo, só com o dinheiro do artesanato. To cumprindo com os estudos dos meus meninos, pago cursos, minha filha está na faculdade e estou muito feliz com esse trabalho, contou a artesã.
Com venda de produtos artesanais, Rosenita comprou casa, carro e pagou faculdade para os filhos
Em um quiosque da Associação de Artesanato e Arte de Alter do Chão, que funciona em frente ao Centro Comunitário, é possível encontrar uma variedade de artigos produzidos por artesãos locais. Cauã Nobrega atende dezenas de turistas diariamente na vila e já sabe o que mais atrai os visitantes. Turista gosta de levar coisas que lembram o local, que tem o nome daqui. O principal daqui é doce e licores, mas também tem as cuias de Santarém, tem lembranças de boto e tudo o que tem nome de Alter do Chão como lembrança eles querem levar.
A visitante Rafaela Sousa veio de Mato Grosso e ficou encantada com os artigos da região.
Tudo muito lindo, a riqueza, a beleza que tem aqui. Com certeza vou comprar e levar uma lembrança, disse.
Ita Santos, que veio de Brasília, adorou Alter do Chão e o doce de cupuaçu. Para mim é um lugar único, nunca vi nada parecido, água doce, água limpa, povo bonito, alegre, alto astal. me surpreendeu. Vamos levar artesanato e o doce de cupuaçu que é maravilhoso.
Festa do Sairé
Neste ano, a Festa do Sairé, em Alter do Chão, será realizada de 11 a 15 de setembro. O evento congrega rituais religiosos, danças, músicas, culinária e encenação da lenda do boto, em uma programação que tem a duração de cinco dias.

Alimentos & Bebidas
Artesanato
Turismo