Senar/SC promove a formação profissional rural na serra catarinense


Aprender a fazer fazendo é o princípio metodológico do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/SC), órgão vinculado à Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc).
Para estimular a aprendizagem de maneira harmônica, mudando a visão do homem sobre si mesmo e sobre o mundo em que ele vive, a entidade promove neste mês 32 treinamentos gratuitos na serra catarinense, o que beneficiará 512 produtores e trabalhadores rurais.

O superintendente do Senar/SC, Gilmar Antônio Zanluchi, explica que a iniciativa tem como objetivo organizar, administrar e executar o ensino da formação profissional rural e a promoção social dos produtores e trabalhadores rurais e seus familiares. Desta forma, é possível incentivar a geração de renda e condições de competitividade no mercado de trabalho, realça.

Zanluchi complementa que são atribuições do Senar/SC proporcionar ao público-alvo, geração de renda e condições de competitividade no mercado de trabalho. Além de oferecer, por meio da qualificação profissional, condições ao homem rural de permanecer no seu habitat, produzindo com eficiência e com lucratividade.


TREINAMENTOS

Em Alfredo Wagner serão realizados os cursos de doces de leite e iogurte, de produção caseira de pães e biscoitos e de artesanato com pintura. Em Cerro Negroocorrem os treinamentos de confecção de peças do vestuário social, de operação e manutenção de tratores e implementos agrícolas, fruticultura e conservas de frutas.

No município de Bom Jardim da Serra acontecem as qualificações de queijos e industrialização de soro e artesanato com pintura. Em Bocaina do Sul serão realizados os cursos de beneficiamento e conservação de pescado, inseminação artificial em bovinos, artesanato em couro e iniciação à informática.

Em Curitibanos ocorrem os treinamentos de doma racional de equídeos e conservas de frutas. Em Otacílio Costa serão realizados os cursos de iniciação à informática e beneficiamento e conservação de pescado.

No município de Ponte Alta acontecem as qualificações de artesanato com pintura e embutidos e defumados de carne suína. Em São Joaquim estão previstos os cursos de operação e manutenção de tratores e implementos agrícolas, produção caseira de pães e biscoitos, aplicação de agrotóxicos e artesanato com pintura.

Em São José do Cerrito ocorrem os treinamentos de confecção de peças do vestuário social, reformas e pequenas costuras, iniciação à informática, produção de frangos e ovos caipiras, conservas de frutas e informática básica 2.
http://www.adjorisc.com.br

Alimentos & Bebidas
Artesanato
Turismo