Secretaria faz diagnóstico dos principais pontos turísticos de THE

Com o objetivo de aproximar os diversos segmentos que movimentam a economia de Teresina, o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Aluísio Sampaio, iniciou uma série de visitas a pontos estratégicos de interesse turístico. A meta é contribuir com a melhoria da oferta turística local, garantindo ao visitante melhor estrutura de visitação, além de oferecer às operadoras de turismo um produto de melhor qualidade, preparando a cidade para a elevação do fluxo de turistas.
Em 2016, Teresina recebeu meio milhão de turistas, que geraram uma receita superior a R$ 300 milhões; precisamos verificar se o direcionamento desse consumo está contemplando todos os segmentos da economia, disse o secretário.
No último final de semana, o secretário visitou os lojistas da Central de Artesanato Mestre Dezinho, onde foi recebido pela presidente da Cooperativa de Artesanato Mestre Dezinho (CAMEDE), e do Mercado Público, que está passando por uma reforma para recuperar as suas caraterísticas originais de fachada e melhorar o espaço dos permissionários.
Percebemos que o lojista da Central de Artesanato está sofrendo com a baixa procura por seus produtos e argumentam que tudo pode melhorar com a divulgação, observou o secretário. Vamos agendar uma reunião com o secretário Fábio Novo, que cuida da cultura do Estado e administra aquele espaço, para juntos encontrarmos uma forma de elevar a visitação não apenas do turista, mas também do teresinense, porque há muita riqueza artesanal naquela área, completou Aluísio Sampaio.
Aluísio Sampaio pretende manter constante contato com empresários e órgãos públicos que administrem empreendimentos e espaços de circulação turística, para verificar de que forma a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SEMDEC) pode intermediar ações que visem a melhoria física e promocional desses espaços.
O secretário afirmou que a intenção é fazer com que os segmentos econômicos trabalhem de forma integrada. Todos os que produzem e formam a riqueza de Teresina precisam se conhecer e trocar experiências que sejam capazes de estimulá-los a, cada vez mais, oferecer serviços de qualidade e garantir o consumo de seus produtos, reforça Aluísio Sampaio.
As visitações deverão continuar em outros atrativos, até que seja possível gerar um diagnóstico sobre a situação dos principais espaços turísticos de Teresina, envolvendo ainda: Parque da Cidadania, Ponte Estaiada, Encontro dos Rios, Lagoas do Norte, parques ambientais, monumentos, praças e outras áreas de interesse turístico. De posse do diagnóstico, a SEMDEC poderá intermediar ações que visem a correção dos problemas detectados.
Fonte: Prefeitura de Teresina

Alimentos & Bebidas
Artesanato
Turismo